segunda-feira, 27 de julho de 2015

Casa Brasil-Africa realiza missão da UFPA em Cabo Verde

Casa Brasil-Africa realiza missão da UFPA em Cabo Verde


A Casa Brasil-África (CBA), estrutura da UFPA ligada à Pró-Reitoria de Relações Internacionais (Prointer) que atua na defesa da população negra e em apoia a internacionalização da Universidade, realiza atividades acadêmicas e científicas em Cabo Verde, promovidas pelo Instituto Universitário de Educação de Cabo Verde (IUE), Projeto Alice, do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES), Universidade Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB) e a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO) do Brasil. A missão se iniciou no dia 11 de julho e segue até esta sexta-feira, 24.
Entre os parceiros estão a plataforma de ONGS de Cabo Verde, o Rabel-Art (grupo de artistas locais), a Campanha Nacional pelo Direito a Educação/Brasil, a Universidade de Cabo Verde (UniCV), a CBA-UFPA e a UNIFESSPA. O trabalho tem sido realizado na comunidade de Rabelados, em Espinho Branco, Município de São Miguel, Ilha de Santiago. Considerada uma das populações mais tradicionais e socialmente vulnerabilizadas de Cabo Verde, a Comunidade de Rabelados é considerada um “quilombo” em terras africanas.
Educação, saúde e direitos humanos - O evento buscou incentivar a participação de jovens da comunidade em oficinas que tendem a pensar soluções governamentais possíveis para aquele território. O tema central “Educação, Movimentos Sociais e Dignidade Humana: 40 anos de Educação em Cabo Verde e os desafios pós-2015” debateu questões relacionadas à educação no processo de luta da independência e pós-independência dos países africanos, a educação participativa e solidária, a descolonização das mentes, e as contribuições de Paulo Freire e Amílcar Cabral no processo de construção da dignidade e emancipação humana. Educação e saúde com direitos humanos e condições de dignidade também foram discutidos na agenda pós-2015. O encerramento das atividades teve a participação do Ministro do Meio Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território, Antero Veiga, que escutou as reivindicações dos Rabelados, a síntese da Oficina e se comprometeu em garantir soluções governamentais aos pedidos.
UFPA em missão – O coordenador da Casa Brasil-África da UFPA, professor Hilton Silva, participou de uma reunião de trabalho com o professor doutor Antônio Pina, e a pró-reitora para Pós-graduação e Investigação, professora doutora Sonia Victória, na Universidade de Cabo Verde, localizada na Cidade da Praia. O encontro teve o objetivo de discutir os convênios de cooperação em andamento entre a UFPA e a UniCV.
O coordenador também participou da abertura do XXV Encontro da Associação das Universidades de Língua Portuguesa (AULP), na Cidade Velha, e de um encontro para discutir a formação de uma rede de instituições públicas e privadas daquele país para colaborações acadêmicas futuras em nível de Pós-graduação com a UFPA e o IFCH. Participaram da reunião os reitores angolanos Filipe Zao, da Universidade Independente; Albano Ferreira, da Universidade Katyavala Bwila; Carlos Yoba, da Universidade Lueji A'nkonde; Victorino Reis, da Universidade Técnica de Angola; Orlando da Mata, da Universidade Mandume Ya Ndemufayo; e Adélia Carvalho, da Universidade Oscar Ribas; os Vice-reitores José Luís Alexandre, da Universidade Mandume Ya Ndemufayo; e Luís Rocha, da Universidade Gregório Semedo; os decanos Carlos Teixeira, da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto; e Ima Panzo, da Universidade Lueji A. Nkonde; e o diretor do Gabinete de Cooperação e Intercâmbio Internacional da Universidade 11 de Novembro, Francisco Macongo Chocolate.
Apoio aos estudantes africanos - No dia 16, ele apresentou a comunicação "Os Estudantes Estrangeiros e os Desafios para a Internacionalização das Universidades Amazônicas no Século XXI", na Sessão V: Novos Desafios das Universidades Membros da AULP. O trabalho tem a co-autoria do estudante de Serviço Social Henrique Moreira, bolsista da CBA e do Proext, e aborda as experiências recentes da UFPA no apoio aos estudantes africanos visando garantir-lhes sucesso acadêmico e adequada inserção na comunidade universitária.
A AULP é um dos mais importantes fóruns de cooperação universitária internacional e contou em sua abertura com a presença do Primeiro Ministro e do Ministro do Ensino Superior, Ciência e Inovação de Cabo Verde, além de autoridades de diversos órgãos internacionais, reitores, pró-reitores e pesquisadores de dezenas de universidades de todos os países falantes de Português, além de Macau. Este ano, o evento é especial, pois também se comemora os 40 anos de independência de Cabo Verde, Angola e Moçambique. No dia 17, após as atividades da AULP, o Coordenador da CBA se reuniu com o professor Lourenço Gomes, coordenador do Curso de História da UniCV, para discutir o interesse daquela instituição na criação de um Mestrado em História, em parceria com a UFPA, que inclua um forte componente de historia da África e da diáspora, o que também atende a interesses de formação sobre o tema na UFPA.
Nos dias 21 e 23 de julho, o coordenador se encontrou com representantes da Fundação Amilcar Cabral e da Cátedra Amilcar Cabral, para discutir protocolos de cooperação com a Cátedra Brasil-África de Cooperação Internacional, dirigida pelo professor Raimundo Jorge Nascimento (IFCH/Ciência Política), vice-coordenador do Grupo de Estudos Afro-Amazônico (GEAM), que atualmente realiza seu doutoramento em Relações Internacionais na UFPA. Estas reuniões têm como objetivos, também, levantar informações sobre os aspectos educacionais dos escritos de Amílcar Cabral e entrevistar veteranos da Guerra de Libertação de Guiné-Bissau e Cabo Verde, como parte de um projeto de pesquisa em colaboração com o professor doutor Marcelo Galvão (IFCH-UFPA /Psicologia) e o professor doutor Bartolomeu Varela, da UniCV, que acompanha a visita.
Ainda durante o evento, professor Hilton fará uma palestra para os alunos do Mestrado em Segurança Pública e membros da UniCV, a convite daquela instituição. Este mestrado está em sua segunda edição e é realizado por meio de uma parceria entre o IFCH-UFPA, a UniCV e a CAPES. Nesta sexta-feira, 24, haverá reunião com o professor Bartolomeu para definir os detalhes da vinda do pesquisador e ex-reitor da UniCV, que estará na UFPA durante os meses de setembro e outubro deste ano para realizar um conjunto de atividades ligadas à Casa e à Cátedra Brasil-África, e ao planejamento do novo mestrado, com apoio do IFCH, do Proext e da Prointer.
Texto: Brenda Maciel com informações da Coordenação da Casa Brasil-Africa da UFPA
Fotos: Divulgação

segunda-feira, 20 de julho de 2015

VIDEO DOIS AFRICANOS : EU SOU DE LA