quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Convite aos estudantes africanos na reunião do dia 24 de outubro às 14h30 na CBA.

Visando dar prosseguimento às preparações para a participação da Casa de Estudos Brasil-África, no projeto SANKOFA, a acontecer no municipio de Castanhal no mês de novembro do ano corrente, convidamos os alunos africanos da UFPA para participar de reunião no dia 24 de outubro às 14h30 na CBA. Objetivo da reunião é fazer a formatação final dos banners que serão apresentados no evento. 

Os seguintes alunos participarão no evento, apresentando trabalhos sobre seu país de origem e outros países africanos : 

Aaron Kadima & Roobens Okamba    -    República Democrática do Congo

Geraldine Fadairo                                -     Benim

Aaron Kadima                                      -     Nigéria

Duterval Jesuka                                    -     República do Haiti

Aaron Kadima                                      -     Africa do Sul

Quem tiver interesse em participar do evento deve comparecer à CBA, impreterrivelmente, na data marcada para apresentar sua proposta. Procurar  por Duterval ou Devison.


quinta-feira, 9 de outubro de 2014

PARTICIPAÇÃO DA CASA BRASIL-ÁFRICA NO PROJETO "SANKOFA"

            À convite do professor especialista Denilson Batista Ferreira , a Casa de Estudos Brasil-África participará do evento referente ao mês  da Consciencia Negra, acontecer no periodo de 5 a 7 de novembro de 2014, no municipio de Castanhal. O evento terá como tema"10.639/2003 FORMAS DE COMBATER O RACISMO NA ESCOLA". O mesmo faz parte de articulações  programadas para implementar as leis 10.639/03 e 11.645/08 (inclusão da história da África, Afro-brasileira e índigena nas escolas de Ensino Fundamental).

           A casa de Estudos Brasil-África participará do evento no dia 6 de novembro com a palestra "Países Lusófonos: A experiência Africana e Afro-brasileira - Conhecer e Criar Possibilidades na Educação", a ser ministrada pelo Prof. Dr. Hilton Perreira da Silva, coordenador da Casa de Estudos Brasil-África e pela Profa. Dra. Zélia Amador de Deus,  da Faculdade de Artes Visuais da UFPA e integrante de Grupo de Estudos Afroamazonico - GEAM/UFPA. Também participarão do evento os estudantes africanos da UFPA com a exposição "África pelos africanos", que visa apresentar os aspectos culturais de alguns países da África . 

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Calendário das atividades Prof. Dr. Filipe Zau, Reitor da Universidade Independente de Angola.

A Casa Brasil-África, a Cátedra Brasil-África, a Pró-reitoria de Relações Internacionais e o Grupo de Estudos Afro-Amazônico convidam a todos para participar das atividades com o Prof. Dr. Filipe Zau, Reitor da Universidade Livre de Angola.
07/10, terça-feira, 9h-11h
Conferência"A interculturalidade como fator de educação, paz, democratização e desenvolvimento".
Local: auditório do IFCH (altos).
*Haverá certificado de participação de 2h*
 09/10, quinta-feira, 15-17h
Reunião com alunos africanos, docentes e discentes interessados em intercâmbio e colaborações com Angola.
Local: sala de leitura do Laboratório de Antropologia Arthur Napoleão Figueiredo (altos).
 Resume Prof. Dr. Filipe Zau
Filipe Silvino de Pina Zau, músico interprete e compositor, poeta e investigador, bacharel em Ciências da Educação (1971), Licenciado, no Brasil, em Pedagogia, pela UNICEUB (1988) e em Portugal, pelo Instituto Superior de Ciências Educativas de Odivelas, através do Curso de Estudos Superiores Especializados em Administração Escolar (1994), Mestre em Relações Interculturais (1999) e Doutorado em Ciências da Educação, na especialidade de Educação Multicultural e Intercultural, pela Universidade Aberta de Lisboa (2005).
No campo musical, para além de compositor, lançou a solo, em 1996, pela editora Strauss, o CD intitulado “Luanda, Lua e Mulher” e três lítero-musicais, em parceria com Filipe Mukenga, sob o título de “Canto da Sereia, o Encanto”, em 1996, pela editora “Lusafrica”, e Canto Segundo da Sereia, o Encanto, pela editora “Da Banda” e “Voz Câmara e Saxofone, apresentado a público, ao vivo, no dia 19 de Setembro de 2014, na Baía e Luanda.
Para além de diversas colaborações em diferentes colectâneas, no campo da literatura e da investigação foram lançados os seguintes títulos: “Encanto de um Mar que eu Canto”, em 1996 e “Meu Canto à Razão e à Quimera das Circunstâncias”, em 2005, ambos de poesia, pela Universitária Editora; “Angola: Trilhos para o Desenvolvimento”, um trabalho de investigação editado pela Universidade Aberta, onde se consubstancia o essencial da sua dissertação de mestrado (2002); “Marítimos Africanos e um Clube com História”, pela Universitária Editora, em 2005; “Notas fora da Pauta”, um livro de crónicas musicais, em 2007, pela Chá de Caxinde e Prefácio; “Educação em Angola: Novos trilhos para o desenvolvimento”, editado pela Movilivros, em 2009, relacionado com o teor da sua tese de doutoramento; e “Do Acto Educativo ao Exercício de Cidadania” (2012).
Foi Chefe do Departamento de Superação da Direcção Nacional de Formação de Quadros de Ensino do Ministério da Educação da República de Angola (1979/84 e 1988/90). Desempenhou as funções de Adido Cultural da Embaixada de Angola em Portugal (1990/96) e de Conselheiro com as funções de Assessor para os Assuntos de Educação, Cultura e Desportos na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP.
Esteve ligado à docência universitária na UNIPIAGET (curso de licenciatura); à Formação Contínua de Professores no Instituto Nacional de Formação de Quadros do Ministério da Educação (curso de mestrado), em parceria com o Instituto Superior de Ciências Educativas de Portugal (ISCE); e à Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto (curso de mestrado).
Foi, de Fevereiro a Agosto de 2010, consultor do PNUD para a elaboração do Relatório de Angola de 2010, sobre os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, trabalhando para o Ministério do Planeamento. De Setembro de 2010 a Março de 2011, consultor da CESO-CI, trabalhando para a Casa Civil da Presidência da República na Estratégia Nacional de Formação de Quadros.
Foi membro do Grupo de Trabalho para as Questões Económicas e Sociais do Secretariado do Conselho de Ministros, por nomeação de Sua Excelência o Sr. Presidente da República, Eng. José Eduardo dos Santos.
Exerce, ainda, as funções de Consultor do Ministro da Educação, foi Vice-Reitor para a Área Académica da Universidade Independente de Angola (UnIA) e, em Dezembro de 2013, foi nomeado Reitor desta Instituição privada de Ensino Superior. 
É, actualmente, colaborador das Edições Novembro, publicando artigos no Jornal de Angola e no Jornal Cultura.

domingo, 5 de outubro de 2014

OFICINAS DE REDAÇÃO PARA O PROCESSO SELETIVO ESPECIAL (PSE – QUILOMBOLA, 2014)


                           GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ
                                 SECRETARIA ESPECIAL DE ESTADO DE                                 PROMOÇÃO SOCIAL
                      FUNDAÇÃO CURRO VELHO




62º INFORMATIVO
OFICINAS DE REDAÇÃO
 PARA O PROCESSO SELETIVO ESPECIAL (PSE – QUILOMBOLA, 2014)

·         A Fundação Curro Velho, em parceria com a MALUNGO (Coordenação das Associações das Comunidades Remanescentes de Quilombos do Estado do Pará) e CEDENPA (Central de Estudos do Negro no Pará), realiza Oficinas de Redação voltadas para o Processo Seletivo Especial, com o objetivo de atender os candidatos quilombolas de diversas regiões do Estado.
·         A prova de redação em língua portuguesa será realizada no dia 19 de outubro de 2014, com início às 14 horas e término às 18 horas. As oficinas ocorrem em Belém, Abaetetuba, Santa Luzia do Pará, Cametá e Salvaterra. Contudo, é esperada a presença de alunos quilombolas de comunidades próximas aos locais de oficina, a ex. de: Ananindeua, Santa Izabel do Pará, Acará, Castanhal, Inhangapí, Mojú próximos de Belém e Abaetetuba. Mocajuba, Baião e Oeiras do Pará próximos de Cametá. Viseu, Cachoeira do Piriá, Capitão Poço e Bragança próximos de Santa Luzia do Pará; e, Soure, Cachoeira do Arari próximos de Salvaterra.


AÇÃO
LOCAL
INSTRUTOR
PERÍODO
CONTATO DO INSTRUTOR
Oficina de Redação – PSE Quilombola
Belém
(Casa da Linguagem)
Rui Paiva
27 e 28.09
-
03 e 04.10
9166-8727
Abaetetuba
(Polo UFPa)
Talitha Cruz
8178-2781
Cametá
(Polo UFPa)
Jane Gama
8873-8248/8228-8879
Santa Luzia do Pará
(Escola ECRAMA)
Luciane Borges
8368-4114
Salvaterra
(Com. Pau-Furado)
André Aquino
8388-1454

Informações:
Fundação Curro Velho – Gerência de Interiorização – 3184-9113/31849110
Jorge Ramos (Gerente de Interiorização) – 8108-7853
Coordenação das Associações das Comunidades Remanescentes de Quilombos do Estado do Pará – MALUNGO
Responsável: Érika – 3223-2429
Central de Estudos do Negro no Pará – CEDENPA
Responsável: Maria Malcher – 8823-4219/8210-4195/9316-5375

universidadenoquilombo@gmail.com / facebook.com/universidadenoquilombo
Para mais informações procurar os bolsistas (Elane, Lilian, Júnior, Victor ou Jackson) na Sala do Programa Universidade no Quilombo, sala 5 bloco Adm. Altos.

Assunção Amaral

Coord. do Programa Universidade no Quilombo

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Políticas Públicas e Ações Afirmativas são tema de Seminário na UFPA


Discutir o cenário étnico/racial nas universidades brasileiras é uma das formas de combater o preconceito. Por isto, o seminário “Políticas Públicas e Ações Afirmativas” traz à tona a discussão da relação entre as ações afirmativas e as políticas públicas em prol da igualdade racial na sociedade, principalmente nas universidades públicas. O evento será realizado no dia 30 de setembro de 2014, das 14h30min às 17h, no Auditório do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA) da Universidade Federal do Pará (UFPA).
A programação coordenada pela pesquisadora Maria Antônia Cardoso é aberta ao público e gratuita. A palestrante do evento é a pesquisadora Zélia Amador de Deus, coordenadora da Assessoria de Diversidade Étnico Racial da UFPA.
Maria Antônia explica que o evento discute as ações afirmativas e as políticas públicas em um âmbito nacional; e analisa como este cenário se encontra na UFPA. “Precisamos reconhecer as vitórias que a mobilização em torno da igualdade racial conseguiu, expressa mais recentemente pela criação do Estatuto de Igualdade Racial e pela concretização da Lei das Cotas para estudantes em universidades federais. A discussão deste assunto é necessária para reafirmar a igualdade racial na sociedade”, conta a professora.
O evento é uma realização do Programa de extensão “Acessando Política Pública e Raça/Etnia” – PEPRE, também coordenado pela Professora Maria Antônia Cardoso. Para ela, o evento deverá esclarecer para a população todos os prejuízos causados pelo preconceito racial.
“O Brasil vive um processo de afirmação dos direitos das minorias e, mesmo com todos os mecanismos legais, o racismo ainda está presente em nossa sociedade. Este seminário é essencial para que possam ser discutidos todos os malefícios causados pelo racismo.”
O evento é aberto ao público e as inscrições podem ser realizadas pelo E-mail:programapepre@hotmail.com, sala do PEPRE (ICSA – 2º andar) ou no dia do evento.
Serviço: 
Seminário: Políticas Públicas e Ações Afirmativas
Data: 30 de Setembro de 2014
Local: Auditório do ICSA (2º andar)
Hora: das 14:30 às 17h
Mais informações: www.icsa.ufpa.br
Texto: Daniel Dias – Assessoria de Comunicação da UFPA
Imagem: Reprodução Google

EDITAL Nº 001/2014 - SELEÇÃO DE BOLSISTA NA ÁREA DE INFORMÁTICA PARA A CASA DE ESTUDOS BRASIL-ÁFRICA


A Casa de Estudos Brasil-África (CBA/PROINTER) e a Diretoria de Apoio e Integração Estudantil (DAIE/PROEX) da Universidade Federal do Pará tornam público a realização de seleção de bolsista na área de informática, mediante as normas contidas no presente Edital.

1. Da Casa de Estudos Brasil-África

1.1 A casa de Estudos Brasil-África, entre outras ações, visa promover o intercâmbio, científico, técnico e cultural entre a UFPA e Instituições dos Países do Continente Africano; apoiando os estudantes africanos em suas atividades acadêmicas e culturais na UFPA.

1.2 A Casa de Estudos Brasil-África atua a partir de eventos diversos, com enfoque no estímulo de atividades que visem o desenvolvimento da Cooperação mútua Brasil – Continente Africano.
2. Do Objetivo do Edital

2.1 Este Edital visa regulamentar a seleção de discente, para desenvolver atividades de informática na CBA/PROINTER/UFPA, de acordo com as seguintes categorias:

a) Manutenção de homepage, blogs, redes sociais e de equipamentos de informática.
b) Elaboração e facilitação de cursos sobre softwares livres (Sistema Linux e Suíte Br’Office) aos estudantes africanos da UFPA.
c) Suporte, na área de informática, nos eventos a serem desenvolvidos pela CBA.
d) Realização de outros serviços de informática demandados pela CBA.

3. Dos participantes

3.1 Poderão participar da seleção, discentes regularmente matriculados nos cursos de Ciência da Computação ou Sistema de Informação ou Engenharia da Computação e Telecomunicação da Universidade Federal do Pará, cursando a partir do quarto semestre e até o sétimo semestre. Ou discentes de outros cursos da UFPA, que tenham comprovada experiência nas atividades descritas no item 2.1 e 5.1 deste Edital.

4. Da Bolsa

4.1 A CBA dispõe de 1 (uma) bolsa, no valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais).
4.2 O bolsista selecionado não pode em nenhuma hipótese, receber outro tipo de bolsa (Ensino, Pesquisa, Estágio) ou ter vínculo empregatício de qualquer natureza.
5. Atividades a serem desenvolvidas e periodicidade

5.1 Para a vaga constante disponibilizada neste Edital o discente dedicará 20 (vinte) horas semanais, no turno matutino, no período de novembro de 2014 a outubro de 2015, no desenvolvimento das atividades a saber:

a) Detecção e resolução de problemas relacionados à hardware e software.
b) Manutenção e configuração de equipamentos de rede (intranet e Internet).
c) Instalação e configuração de sistemas operacionais, software aplicativos e sistemas gestores de bancos de dados.
d) Instalação e manutenção de redes de computadores.
e) Manutenção da homepage da CBA.
g) Criação Facilitação de cursos sobre o Sistema Operacional Linux e Suíte Br’Ofice.

6. Das inscrições

6.1 Este Edital e anexos (Ficha de Inscrição, Recibo e Calendário) estarão no endereço eletrônico: http://casaafricabrasil.blogspot.com.br, bem como na Casa de Estudos Brasil África, localizada no IFCH, prédio anexo – 2º portão da UFPA, campus básico.
6.2 As inscrições são gratuitas e somente serão aceitas mediante a entrega dos seguintes documentos:
a) Ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada pelo discente.
b) Comprovação de matrícula regular na Universidade Federal do Pará.
c) Currículo com a experiência acadêmica e profissional do discente, com destaque para os requisitos exigidos pela categoria pleiteada.
6.3 Preenchidos os documentos necessários, a inscrição da seleção deve ser efetuada na CBA.
6.4 O período de inscrição será de 2 a 9 de outubro de 2014, das 14 horas às 17 horas.
6.5 A assinatura do candidato na ficha de inscrição da seleção, implicará na sua aceitação plena das condições estabelecidas neste Edital.

7. Dos critérios de seleção

7.1 Estar regularmente matriculado em cursos de graduação presencial, modalidade extensiva (regular) e cursando a primeira graduação.
7.2 Ter preenchido o formulário de inscrição online no Sistema Gerencial de Assistência Estudantil (SIGAEst) disponível no site www.proex.ufpa.br, declarando, dessa forma, interesse em participar do processo seletivo.
7.3 Ter apresentado dentro do prazo previsto em Edital toda a documentação exigida.
7.4 Comprovar renda familiar mensal bruta de até (03) três salários mínimos vigentes, sendo que a renda per capita familiar não deve ultrapassar um salário mínimo e meio (1,5) vigente.
7.5 será dada prioridade ao estudante que atender ao requisitos do item 7.4 deste Edital, desde que o mesmo possua as habilidades especificadas nos itens 2.1 e 5.1.
7.6 Comparecer à entrevista, conforme dia e horário a serem divulgados no endereço eletrônico: http://casaafricabrasil.blogspot.com.br; após o termino das inscrições.

8. Da Seleção dos (as) Candidatos (as)

8.1 A Direção da CBA ficará responsável pela seleção.
8.2 Do resultado de julgamentos apresentados na seleção não caberão recurso.
8.3 É de inteira responsabilidade do candidato o acompanhamento do calendário do processo seletivo deste Edital.


9. Do Resultado

9.1 O resultado da seleção com o discente contemplado será divulgado no dia 20 de outubro de 2014, na Secretaria da CBA, conforme calendário anexado ao presente Edital.

10. Da Habilitação

A documentação necessária para a Habilitação do discente selecionado no processo seletivo consta de:

10.1 Comprovante de inscrição online (cópia).
10.2 Comprovante ou declaração de matrícula (cópia).
10.3 Histórico escolar atualizado (cópia).
10.4 Cópia do Registro geral ou outro documento oficial com foto (Certificado de Reservista, Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Carteira de Trabalho, Previdência Social (CTPS) ou Passaporte).
10.5 Cópia do CPF.
10.6 Cópia da última fatura do consumo de energia elétrica da residência de origem do discente selecionado. Com relação a esse item:
a) se por motivo de extravio o discente ficar impossibilitado de apresentar o comprovante da fatura de energia, será aceita justificativa conforme modelo de declaração disponível no site: www.proex.ufpa.br.
b) no caso em que a fatura de energia não estejam em nome do candidato ou de um dos membros da composição familiar, declarada no SIGAEst, deverá o candidato apresentar declaração de moradia do proprietário ou responsável pelo imóvel, conforme modelo disponível no site www.proex.ufpa.br, anexando a cópia do RG e CPF.
c) para o discente selecionado que more em localidades não atendidas pelo sistema de energia, deverá apresentar justificativa em documento próprio disponível no site www.proex.ufpa.br.
d) caso o valor do consumo de energia não esteja compatível com a renda familiar apresentada, o processo poderá ser indeferido.
10.7 Dados bancários (conta corrente em nome do discente):
a) não serão aceitos dados bancários de contas poupança, conjunta, fácil, salário, benefícios ou em nome de terceiros.
10.8 Termo de compromisso.
10.9 Cópias dos comprovantes de renda familiar atualizado, além da situação de renda do próprio discente, com ou sem vínculo empregatício, que comprovem a situação de renda de todos os integrantes do núcleo familiar, maiores de 18 anos, com ou sem vínculo empregatício, considerando:
a) Trabalhador com vínculo empregatício (trabalho formal urbano ou rural): cópia dos três últimos contracheques ou uma declaração emitida pelo empregador.
b) Trabalhador autônomo ou informal: Declaração individual de rendimento de trabalhador autônomo ou informal, prestador de serviços, proprietário de estabelecimento comercial urbano ou rural e outros. O modelo da declaração encontra-se disponível no site www.proex.ufpa.br. Se filiados à Associação, Cooperativa ou Sindicato devem declarar a renda mensal por meio de documento timbrado expedido por essas entidades como respectivo CNPJ, assinatura e carimbo do dirigente ou responsável. Ex.: Marceneiro, taxista, moto taxista, pintor, pescador, agricultor, lavrador e outros trabalhadores de mesma natureza de trabalho.
c) Familiar em situação de desemprego (sem renda salarial ou informal): Declaração de desemprego.
d) Aposentado ou pensionista ou beneficiário do Benefício de Prestação Continuada: Extrato de pagamento do benefício do último mês, emitido pela internet no endereço eletrônico www.mpas.gov.br ou solicitar à agência do INSS, seguido da cópia do cartão constando o nome do beneficiário. Não será aceito extrato de pagamento bancário.
Os beneficiários do BPC devem também, entregar a cópia do cartão do benefício, e se este estiver em nome de seu representante legal, deverá ser apresentado comprovante ou declaração de renda em nome deste, bem como a cópia do termo de tutela ou curatela.
e) Familiar recebendo Seguro Desemprego: Cópia da rescisão contratual, seguido da cópia do cartão constando o nome do beneficiário, bem como documento que comprove o valor a ser recebido e o número de parcelas.
10.10 Caso sejam declaradas no Questionário Socioeconômico de inscrição quaisquer das situações abaixo listadas, o candidato deverá entregar documentação complementar correspondente:
a) Se casado ou com união estável: Cópia de certidão de casamento ou declaração de união estável expedida por cartório.
b) Ter membro na composição familiar menor de 18 anos (filho, enteados, sobrinhos e/ou outros agregados): Cópia da certidão de nascimento.
c) Ter agregado emancipado maior de 18 anos. Declaração de renda ou desemprego.
d) Ter pessoa do núcleo familiar do candidato com deficiência física (PCD) ou doença crônica: Cópia de laudo ou atestado médico comprobatório de sua Condição física ou mental de saúde expedida pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
e) Se tiver pai e mãe falecidos. Cópia da certidão de óbito.
f) Se beneficiário de Programas do Governo Federal, Estadual ou Municipal: Cópia do comprovante do último extrato bancário da Bolsa Trabalho, Bolsa Família e demais bolsas, seguido da cópia do cartão, constando o nome do beneficiário. Ressaltando que a apresentação deste documento não anula anexar à declaração de rendimentos.
g) Se beneficiário de Pensão Alimentícia: Cópia da decisão judicial, seguida do último extrato bancário, constando o nome do beneficiário.

11. Considerações Finais

11.1 A seleção disposta neste Edital poderá ser cancelada, em razão de caso fortuito ou de força maior e ainda por insuficiência de inscrições, sem que isso acarrete em qualquer direito indenizatório.
11.2 Termos aditivos ou complementares poderão ser divulgados.
11.3 Os casos omissos serão dirimidos pela Coordenação da CBA.


Belém, 01 de outubro de 2014.


Profº Drº Dr. Hilton P. Silva
Diretor da Casa de Estudos Brasil-África/PROINTER
Portaria 3825/2013 - Reitoria




CALENDÁRIO


Lançamento do Edital


1 de outubro de 2014.

Início das inscrições

2 de outubro de 2014.



Término das Inscrições

9 de outubro de 2014.


Entrevistas

15 e 16 de outubro de 2014.


Divulgação do resultado.


20 de outubro de 2014.