quarta-feira, 26 de março de 2014






 
 
As questões relacionadas ao universo da fé da comunidade negra têm instigado mais e mais a um aprofundamento das compreensões do lugar das africanidades no cotidiano da vida do povo negro na sociedade brasileira. Os elementos da ancestralidade subjazem no modo do povo brasileiro organizar e expressar sua dimensão religiosa.  Os preconceitos e o racismo, no entanto, influenciam decisivamente no processo de repulsa, marginalização e exclusão dos aspectos indenitários relacionados à religiosidade africana ou afro-brasileira.  Para tal importante considerar o crescimento nos últimos anos dos atos de intolerância contra as religiões de matriz africana. 
Os dilemas colocados na contemporaneidade demonstram que o jeito de conceber religião, à luz dos determinismos da cultura europeia dificulta à vivência das múltiplas facetas da religiosidade presente no Brasil. A lógica dualística da exclusão necessita dar lugar a outra lógica, a da complementariedade. 
O Seminário Africanidades e Fé: Dialogo de Convergência! É um projeto dos Agentes de Pastorais Negros do Brasil (APNs) em parceria com diversos atores nas varias regiões do País.
O Seminário “Africanidades no cotidiano da vida religiosa” tem por objetivo resgatar a importância e o papel das africanidades no cotidiano das religiões e sua impecabilidade nos direitos humanos, formação social, cultural e indenitário das pessoas, refletindo sobre estratégias de valorização da diversidade religiosa e de combate e enfrentamento à intolerância no Brasil, a fim de produzir subsídios críticos e didáticos para a formação de novas lideranças, estudantes e contribuir para o surgimento de novas pesquisas no Brasil. 
Publico alvo: pesquisadores, religiosos, lideranças negras e estudantes. 
Programação
 
Quinta- Feira 27/Mar
14:00 Credenciamento- acolhida 
15:00 Abertura com mística inter-religiosa e Homenagens 
16:30 Mesa de abertura (convidados)
17h00min Palestra de Abertura: Africanidades e Fé: Caminhos de Dialogo e Convergência!
Palestrante: Ivanir dos Santos (CEAP/RJ)
          Pe. Clovis Cabral (Reitor da PUC/PE) 
Coordenação da Mesa: Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos
18:00 Apresentação Cultural: Afoxé Italemi Sinavuru 
 
Sexta-feira  28/Mar
 
MANHA
09:00 Abertura 
09:15 Mesa: Ancestralidade  e práticas  de fé na Amazônia 
 Mametu Nangetu – (Instituto Nangetu de Tradição Afro-religiosa e Desenvolvimento Social) 
Prof. Domingos Conceição – (Mocambo/UFPA)
Coordenadora da Mesa: Marilu Campelo (UFPA)
09:45 Debate
10:15 Lanche
10:30 Mesa: Horizonte de respeitabilidade no contexto da diversidade cultural e religiosa no Brasil
Prof. João Batista Botelho (IFMA/MA)
Dr. Edson Katende (OAB/PA)
Coordenadora da Mesa: Mãe Adenilza (Associação Afro-religiosa Xango Ayra) 
11:30 Debate
12:00 Almoço
 
TARDE
14:00 Mesa: Terreiros e significância no fortalecimento da identidade negra e dignidade humana
Makota Valdina  (BA)
Edgar Amaral – Coordenador da Comissão de População Negra, Povos e Comunidades Tradicionais do CONSEA
Coordenador da Mesa: Nuno Coelho (Coordenador Nacional dos APNs)  
15:30 Debate
15:45 Mesa: Beber da fonte das Africanidades 
Profª  Darci da Penha Pereira (APNs/RJ) 
Ir. Clenilda (GRENI)
Coordenador(a):  (a confirmar)
 16:30 Debate 
17:00 Mesa de Encerramento 
Local: Sede da OAB-PA em Belém.
Realização: 
Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) e Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos 
Apoio:  OAB/PA – UFPA